BIOGRAFIA DE JÚLIO GIOPPO


Natural de Porto União, município recém-incorporado ao Estado de Santa Catarina pelo acordo de limites havido entre este Estado e o do Paraná em 1916, Júlio Gioppo, nascido a 12 de junho de 1917 é o penúltimo filho de José Gioppo, italiano da cidade de Schio, Província de Vicenza, Região do Vêneto, norte da Itália, e de Margarida Carretta Gioppo, filha de imigrantes italianos da mesma região acima referida, já nascida no Brasil, mais precisamente em Morretes, litoral do Paraná.

José Gioppo e o, igualmente, italiano,  Luiz Tortatto, vieram para a estação  ferroviária de Rio Caçador em 1918 e aí montaram uma serraria, que se tornou a primeira a explorar o pinheiro brasileiro, então abundante na região. No  ano seguinte, no dia 12 de fevereiro, num vagão alugado da Estrada de Ferro, a família Gioppo chegou nesta terra, trazendo consigo Julio Gioppo, com menos de dois anos de idade.

No dia 2 de novembro de 1920, José Gioppo instalou sua família - Dona Margarida e os nove filhos, Alfredo já havia nascido aqui no dia 24 de janeiro - em uma ampla residência às margens do Rio Caçador, em terras adquiridas, 20 alqueires, dos irmãos João de Paula Carneiro e José de Paula Carneiro, que hoje constituem o Bairro Gioppo. Júlio reside neste lugar desde então, há 82 anos, ininterruptamente.

Casado com a videirense Olinda Ferlin, no dia 16 de junho de 1945, teve com ela seis filhos: Flavio, casado com Arlete (2 filhos) - Curitiba, Pedro Claver, casado com Mara (2) - São Paulo, Evilázio, casado com Mari (3) - Recife, Maria Lucia, casada com Alcides Ferré (4) - Curitiba, Rosana, casada com Roberto (3) - São Paulo e Antonio Carlos, casado com Nerelda (2) - Cascavel. Possui uma bisneta.

Júlio Gioppo, hoje um dos habitantes mais antigos desta terra caçadorense, possui um grande orgulho em viver aqui, em ter constituído sua família e educado seus filhos neste pedaço de chão, onde depositou sua esperança de vida e onde pôde sempre doar sua força de trabalho e, assim,  manifestar seu amor, sempre palpitante por este solo caçadorense.





                                            João Pedro Carneiro

                                                 Sobrinho do Homenageado



 
© Copyright 2007 Gioppo.net - Todos os direitos reservados